quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Seu Caminho Se Abre - João Nogueira



E se você conseguir

Se quiser suportar

Ensine as palavras, os truque, as armas

E se quiser se calar

Compreendo a razão

São tantos espelhos, torturas e medos



Mas resistir é o que vale

Vai, seu caminho se abre

São poucos os fortes, as crenças, as sortes



Se você conseguir

Se quiser suportar

Ensine as palavras, os truque, as armas

E se quiser se calar

Compreendo a razão

São tantos espelhos, torturas e medos



Mas resistir é o que vale

Vai, seu caminho se abre

São poucos os fortes, as crenças, as sortes



Se você conseguir...

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Chassis - Você sabia?

Como é possível descobrir o modelo de um veículo sem vê-lo pessoalmente? Lendo o número do chassis. Aprenda.


30 DE MAIO DE 2015 POR PEDRO H. L. GUERRA10 COMENTÁRIOS EM COMO É POSSÍVEL DESCOBRIR O MODELO DE UM VEÍCULO SEM VÊ-LO PESSOALMENTE? LENDO O NÚMERO DO CHASSIS. APRENDA.DOCUMENTAÇÃO

leitura número chassi
chassi
Mesmo entre os amantes de veículos, poucos sabem o que está contido no número dos chassis. Você sabia que podemos descobrir muitas informações sobre o veículo em questão. Sobre o código da imagem acima, eu sei que ele é um:

Volkswagen GOLF, ano 1999, fabricado pela filial brasileira em São José dos Pinhais. Foi feito na plataforma 34X, tem motor 2.0 de 8 válvulas e airbag duplo e foi a unidade de número 60831 produzida na unidade paranaense da VW Brasil.

Você sabia que dava para saber tanto sobre um carro somente lendo o número dos chassis? Não? Surpreendente! A apostila no rodapé do post contém todos os dados quem compõem o número de chassis. Agora vou detalhar cada dígito do código:

9 – Região geográfica de fabricação – neste caso, representa a região que contém Brasil, Chile e Colômbia. Este carro foi fabricado no Brasil

BW – Código do fabricante e região – diz qual a empresa que produziu o veículo – BW representa a Volkswagen do Brasil Ltda.

H – Carroceria/Plataforma – indica em qual plataforma o veículo foi construído – H indica a plataforma 34X, na qual a Volkswagen faz o Bora, Golf, Cordoba, Touran, etc. O modelo em questão será especificado na sétima e oitava posições.

E – Motorização – especifica o motor aplicado neste veículo. Cada montadora tem seu código. – Na linha VW de 1999, o código E representa o motor 2.0 MI 8 válvulas de 116 cv.

2 – Equipamentos de segurança – detalha com quais equipamentos de segurança o veículo está equipado. – 2 significa que este veículo possui airbag duplo.

1J – Modelo do veículo – cada montadora define o código para cada variante que produz. – O 1J é o Volkswagen Golf.

X – Ano modelo do veículo – esta numeração contém o ano modelo do veículo, o qual difere do ano de fabricação – a letra X representa o ano modelo 1999.

2 – Dígito verificador – este dígito serve para evitar falsificações. É obtido por uma fórmula de soma e divisão dos dígitos anteriores, a qual está detalhada na apostila anexa.

4 – Local de fabricação – diz em qual fábrica o veículo foi produzido. Cada montadora possui o código de suas fábricas – 4 representa a fábrica da VW Brasil em São José dos Pinhais.

060831 – número de série – número sequencial que identifica o veículo individualmente. Com ele, o fabricante pode obter todas as informações sobre o veículo. É o RG do carro. Esta sequência é utilizada para chamar consumidores para recalls e é possível saber até o dia, hora, componentes, acabamento e até os funcionários envolvidos em sua produção.

A apostila anexa, utilizada por profissionais de perícia automotiva, contém o método de leitura de um número de chassis:

APOSTILA VINTECH_2012_13_07_2014

É possível saber muito mais sobre um veículo, e existem muitas outras numerações importantes, como o número do motor e do Renavam, os quais serão objetos de outros posts. Mais uma curiosidade revelada.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Frase - P.C.P


“O que quero dizer mesmo é que o homem nasceu sozinho, embora se junte, se agarre, mas nunca consegue escapar da solidão, são as solidões aglomeradas que se formam e se desfazem, porque na verdade a solidão é o nascimento, a vivência e a morte”.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Liberdade de expressão


Liberdade de expressão...

TRISTE REALIDADE.!!!

Década de 30: Tu és, divina e graciosa, estátua majestosa! Do amor por Deus esculturada. És formada com o ardor da alma da mais linda flor,
de mais ativo olor, na vida é a preferida pelo beija-flor...." -------------------------------

Década de 30: "A deusa da minha rua, tem os olhos onde a lua,costuma se embriagar.. Nos seus olhos eu suponho,
que o sol num dourado sonho, vai claridade buscar" -------------------------------------

Década de 40: "Aço frio de um punhal.,foi o seu adeus para mim. Não crendo na verdade, implorei, pedi, as súplicas morreram sem eco, em vão batendo nas paredes frias do apartamento" ----------------------------------------------

Década de 50: "Vocês estão vendo aquela mulher de cabelos brancos, vestindo farrapos calçando tamancos, pedindo nas portas pedaços de pão?
A conheci quando moça era um anjo de formosa seu nome: maria rosa, seu sobrenome: paixão" ----------------------------------------------

Década de 60: " Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça. É ela a menina que vem e que passa, no doce balanço a caminho do mar.
Moça do corpo dourado, do sol de Ipanema. O teu balançado é mais que um poema. É a coisa mais linda que eu já vi passar." -----------------------------------------

Década de 70: "Ah! Se o mundo inteiro me pudesse ouvir, tenho muito pra contar dizer que aprendi" ----------------------------------------------

Década de 80: "Foi assim, como ver o mar, a primeira vez que os meus olhos se viram no teu olhar.... Quando eu mergulhei no azul do mar, sabia que era amor e vinha pra ficar...." ----------------------------------------------

Década de 90: "Bem que se quis, depois de tudo ainda ser feliz. Mas já não há caminhos pra voltar. E o que é que a vida fez da nossa vida? O que é que a gente não faz por amor?" ---------------------------------------------------------

Em 2001: Tchutchuca! Vem aqui com o teu Tigrão. Vou te jogar na cama e te dar muita pressão! Eu vou passar cerol na mão, vou sim, vou sim! Eu vou te cortar na mão! Vou sim, vou sim! Vou aparar pela rabiola! Vou sim, vou sim"! -------------
Em 2002: "Só as cachorras! Hu Hu Hu Hu Hu!
As preparadas! Hu Hu Hu Hu! As poposudas! Hu Hu Hu Hu Hu!" --------------------

Em 2003: "Pocotó pocotó pocotó...minha éguinha pocotó! ------------------------------
Em 2004: "Ah! Que isso? Elas estão descontroladas! Ah! Que isso? Elas Estão descontroladas! Ela sobe, ela desce, ela da uma rodada, elas estão descontroladas!" --------------------------------------------------------

Em 2005: "Hoje é festa lá no meu ap, pode aparecer, vai rolar bunda lele!" --------

Em 2006: "Tô ficando atoladinha, tô ficando atoladinha, tô ficando atoladinha!!! Calma, calma foguetinha!!! Piriri Piriri Piriri, alguém ligou p/ mim!" --------------------

Em 2010: " Chapeuzinho pra onde você vai, diz aí menina que eu vou atrás.
Pra que você quer saber?
Eu sou o lobo mau, au, au
Eu sou o lobo mau, au, au
E o que você vai fazer?
Vou te comer, vou te comer, vou te comer,
Vou te comer, vou te comer, vou te comer,
Vou te comer, vou te comer, vou te comer"
“Olha a explosão
Quando ela bate com a bunda no chão
Quando ela mexe com a bunda no chão
Quando ela joga com a bunda no chão
Quando ela sarra e o bumbum no chão, chão, chão, chão”

ONDE FOI QUE NÓS ERRAMOS? SERÁ QUE AINDA É POSSÍVEL PIORAR?

Fonte: Internet terra de ninguém, tipo Diadema.

Neither One Of Us(Wants To Be The First To Say Goodbye) - Gladys Knigth & The Pips

Minha nossa que classe! Não tem como ouvir essa leva da atualidade quando se tem referentes como este.

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Don Ellis Whiplash

Eu o preconceituoso

A "liberdade de expressão" será o novo cabresto de conflito, para os poderosos continuarem a manipular a população, já que pobre x rico, favelado x burgues, branco x Preto ficou saturado depois de tanta falcatrua por parte daqueles que se valiam dessas divisões.



Nasci pardo, então sou quase racista.
Não votei no PT, PC do B, PSOL, então sou fascista.
Sou hétero e, logo, me consideram homofóbico.
Considero a ideologia de gênero uma aberração e, portanto, me consideram preconceituoso.
Nunca fui sindicalizado, o que me torna um traidor da causa operária e aliado dos patrões.
Eu penso e não acredito em qualquer coisa que a mídia publica; portanto, sou reacionário.
Atenho-me a meus valores morais e culturais, o que me faz ser falso moralista e hipócrita..
Gostaria de viver em segurança e que os bandidos estivessem na cadeia; então sou um saudosista do DOI-CODI.
Cumpro as leis e gostaria que todos, inclusive o governo, também a cumprissem, o que me torna um ultra-radical da Nova Direita.
Defendo que o trabalhador seja digno do seu salário e que as conquistas materiais devem ser o resultado e a recompensa do esforço do seu trabalho, criatividade e produção; então sou um capitalista selvagem explorador do proletariado.
Sou adepto incondicional da meritocracia, o que me torna um liberal ou neoliberal.
Fui educado com severidade e disciplina, pelo que sou grato aos meus pais e a uma verdadeira escola, o que me transforma num carrasco de criancinhas, impedindo seu pleno desabrochar.
Sou adepto do pensamento de que todo cidadão é responsável pela defesa do País, então eu sou militarista.
Eu gosto de me esforçar e de superar metas estabelecidas, o que me faz ser um cidadão desprovido de solidariedade com os demais que apenas cumprem burocraticamente suas tarefas.
Vivi uma vida, poupando o que pude e me esforçando e os comunistas/socialistas/petralhas, dizem que sou burguês.
Mas sou grato aos amigos que ainda tenho e, apesar de tudo, sigo em frente.

Obrigado leais!

Fonte: Internet terra de ninguém, tipo Diadema.