quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Soneto de Separação - Vinícius de Moraes

Expressar o amor, como o Poetinha expressou, jamais expressarã, jamais!

"...De repente não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário