sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Reverso - Alessandro Brito

Quando vos escrevo
Desfaço-me em versos
Na peleja de vê la
Entender meu reverso

Meu corpo presente
E uma criatura
Que cala,
Que sente medo da fala

Que mente, ludibria
Sorri, mas de ironia
Vivendo a plenitude,
Da covardia

Mas quando penso em ti
Me entrego,
Rabisco versos,
Revelando- te meu reverso.



Nenhum comentário:

Postar um comentário