quarta-feira, 16 de agosto de 2017

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Saudade - Alessandro Brito

E ela se foi novamente...
Vem quando o vento sopra
Beija-me e bate a porta
Sem nem se preocupar
Com a saudade que provoca.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Frase - Alessandro Brito


A amizade é uma obra irretocável, uma aquarela de sentidos e emoções.
Filosofias que se contrastam, vidas que desabafam, passos que seguem rumo as ilusões.

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Frase - Alessandro Brito

Uma tarde em uma determinada sala, onde a transpiração se fazia prolongada, mas não era o calor da sala, eram nossos corpos que de tesão transpiravam!

terça-feira, 11 de abril de 2017

No te enamores - Martha Rivera-Garrido

Não te apaixones por uma mulher que lê, por uma mulher que tem sentimentos, por uma mulher que escreve...
Não te apaixones por uma mulher culta, maga, delirante, louca. Não te apaixones por uma mulher que pensa, que sabe o que sabe e também sabe voar, uma mulher que confia em si mesma.
Não te apaixones por uma mulher que ri ou chora, que sabe transformar a carne em espírito; e muito menos te apaixones por uma mulher que ama poesia (estas são as mais perigosas), ou que fica meia hora contemplando uma pintura e não é capaz de viver sem música .
Não te apaixones por uma mulher que está interessada em política, que é rebelde e sente um enorme horror pelas injustiças. Não te apaixones por uma mulher que não gosta de assistir televisão. Nem de uma mulher que é bonita, mas, que não se importa com as características de seu rosto e de seu corpo.
Não te apaixones por uma mulher intensa, brincalhona, lúcida e irreverente. Não queiras te apaixonar por uma mulher assim. Porque quando te apaixonares por uma mulher como esta, se ela vai ficar contigo ou não, se ela te ama ou não, de uma mulher assim, jamais conseguirás ficar livre...

quarta-feira, 5 de abril de 2017

50 centavos - Um história, mil significados

Um historia, mil significados.
FILHO: "Pai, posso fazer uma pergunta?"
PAI: "Sim, claro, o que é?"
FILHO: "Pai, quanto você ganha em uma hora?"
PAI: "Isso não é da sua conta, por que você pergunta uma coisa dessas?"
FILHO: ". Eu só quero saber - Por favor me diga, quanto você ganha em uma hora?"
PAI: "Se você quer saber, eu ganho R$ 100 por hora."
FILHO: "Oh (com a cabeça para baixo)!
FILHO: "Pai, posso pedir por favor R$ 50?"
E, O pai se enfurece.
PAI: "Se a única razão que você perguntou é essa , para conseguir algum dinheiro e comprar mais um brinquedo ou alguma outra coisa sem sentido?
PAI:-Vá direto para o seu quarto ,para sua cama,e pense o por que você está sendo tão egoísta. Eu trabalhando duro todos os dias para ver tal comportamento infantil ".
O menino foi calado para o seu quarto e fechou a porta.
O homem sentou e começou a ficar ainda mais nervoso sobre as questões do menino.
PAI: Como ele ousa fazer tais perguntas só para conseguir algum dinheiro?
Depois de cerca de uma hora, o homem tinha se acalmado e começou a pensar:
Talvez houvesse algo que ele realmente precisasse comprar com esses R$ 50 ,e ele realmente não pedia dinheiro com muita freqüência.
O homem foi até a porta do quarto do menino e abriu a porta.
PAI: "Você está dormindo, meu filho?"
FILHO: "Não pai, estou acordado".
PAI: "Eu estive pensando, talvez eu tenha sido muito duro com você antes.
-Tive um longo dia , e não deveria ter descontado meu stress em voce
Aqui estão os R $ 50 que você pediu..."
O menino se levantou sorrindo.
FILHO: "Oh, obrigado pai!"
Então, chegando em seu travesseiro ele puxou alguns trocados amassados.
O homem viu que o menino já tinha algum dinheiro, começou a se enfurecer novamente.
O menino lentamente contou o seu dinheiro, e em seguida olhou para seu pai.
PAI: "Por que você quer mais dinheiro se você já tem? "
FILHO: "Porque eu não tinha o suficiente, mas agora eu tenho.
FILHO: "Papai, eu tenho R$ 100 agora. Posso comprar uma hora do seu tempo?
Por favor, venha para casa amanhã cedo. Gostaria de jantar com você."
O pai foi esmagado. Ele colocou os braços em volta de seu filho, e pediu o seu perdão.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Adan - 11/01/2017

“O mundo passa por mim todos os dias enquanto eu passo pelo mundo uma vez” sábia reflexão mestre Alvaiade.
E mais um amigo despertou do sonho da vida, “cumpriu sua sentença, encontrou-se com o único mal irremediável, aquilo que é a marca do nosso estranho destino sobre a terra, aquele fato sem explicação que iguala tudo o que é vivo num só rebanho de condenados, porque tudo que é vivo, morre.”
E por mais que seja essa a única verdade absoluta, durante a vida quase não nos ensinam a respeito de como se sentir quando ela bate à porta do nosso vizinho, seja ele irmão ou não.
E mais um irmão meu despertou, me sinto sem chão! Eu respeito a morte, não uma questão de teme-la, mas uma questão de viver. Me pergunto: Como foi a vida de quem acaba de despertar? Como eu tenho vivido? E os meus como estão vivendo? Por essas respostas eu temo.
Adan, querido amigo, foram lindos os momentos que dividimos, será sempre uma doce recordação para esse amigo que por aqui vai ficando. Doce porque sua natureza era de uma beleza ímpar dono de uma energia extremamente positiva, guardarei com todo carinho em minha memória a lembrança de seu olhar encantador, não pela cor dos seus olhos, mas pela vivacidade que golpeava a qualquer um que não entendesse sobre como viver com liberdade. E sobre ela você me ensinou muito. Agradeço imensamente por ter sido esse exemplo, e tenho certeza que pra muitos dos nossos você deixou a mesma marca.
Suas escolhas eram de fato suas e não para agradar o alheio. Viver dessa forma é quase um crime perante o julgo da sociedade ou um fracasso se não seguir o fluxo da alienação e da infelicidade. Que orgulho tenho de você que será sempre um menino e eterno irmão mais novo a quem eu dizia um mundo de coisas achando que poderia te ensinar algo, que tolo fui eu, contigo é que eu aprendia.
Aquele jeito Magreloo que sonhava alto, que ria eloquentemente sempre com um ar inocente, me lembro das suas queixas e dos seus planos, você foi fundo mesmo, não hesitou! Era espantosa sua gana de conhecimento, me lembro, obviamente, do início do grafite, CS e das suas viagens... Sua vida foi digna irmão meu, honrou seus ideias e foi exemplo praqueles que como eu, sonham. Fazer o que se quer, como se quer e na hora que se quer é e sempre será para poucos na humanidade, apenas pros raros. Espero em breve te reencontrar para terminarmos aquela ideia que ficou pela metade no trólebus daquela tarde calma de domingo.
Te amo.
Sandrinho.


HUMAN Extended version VOL.1