sábado, 1 de outubro de 2016

Niver - Sr. João


Seu aniversário é mera formalidade de convenção, ainda sim, parabéns! (Não acho que estou atrasado, senti necessidade só agora de externalizar meu carinho, apreço e gratidão, esse como você bem sabe, é meu tempo). Mas o importante mesmo é o que representa pra mim todos os dias desde que nos tornamos amigos, e não tem data específica, pelo contrário, é vivo dentro de mim sempre.
Estimado amigo e consiglieri, você é sem dúvida um grande presente que a vida me ofertou, o passar dos anos comprova de forma despretensiosa a sinceridade de nossa amizade. Atravessamos esse brasil lado a lado, tem pessoas de 60,70,80... anos que não andaram e não viram um nada do que pudemos juntos ver, escutar, sentir e conhecer, muito obrigado querido.
Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e até um pedacinho do Paraguay, sem contar cada lugar específico dentre esses, como poderia não ser realizado e me sentir milionário por tê-lo como amigo e professor da vida!?
A vida resume-se em morrer e fazer escolhas, somos como comediantes, temos um alvo (do comediante, fazer rir, o nosso, viver) as vezes acertamos em cheio, outras passamos do ponto, é a vida.
Espero, em breve, revê-lo, para contemplarmos tudo quanto essa vida e essa Brasil maravilhoso nos oferece.
E por falar nesse Brasil maravilhoso, que você conhece como a palma da sua mão (ou até melhor que ela rs), segue um samba que Paulo Mathias me cantou ontem:
"Nessa terra abençoada
Que mesmo sem plantar nada
Nasce tudo que é bom
Quando é noite enluarada
Tem samba tem serenata
Com pandeiro e violão
E quando vem a madrugada
Nessa terra orvalhada
Parecem estrelas caídas pelo chão
Eu darei meu sangue
Para defender essa terra
Nesse lindo céu de anil
Meu brasil, meu brasil
És o todo poderoso do universo
Nosso lema é ordem e progresso
És o gigante adormecido
Meu brasil querido."

Nenhum comentário:

Postar um comentário