sábado, 13 de junho de 2015

Senhor da floresta - Augusto Calheiros

Senhor da floresta, um índio guerreiro da raça tupy
Vivia pescando, sentado na margem do rio chuí.
Seus olhos rasgados, no entanto,
Fitavam ao longe uma taba
Na qual habitava a filha formosa de um morubichaba.

Um dia encontraram senhor da floresta no rio chuí
Crivado de flechas, de longe atiradas por outro tupy
E a filha formosa do morubichaba
Quando anoiteceu, correu,
Subindo a montanha, no fundo do abismo desapareceu.

Naquele momento, alguém viu no espaço, à luz do luar
Senhor da floresta de braços abertos, risonho a falar:

- ó virgem guerreira, ó virgem mais pura que a luz da manhã,

Iremos agora unir nossas almas aos pés de tupã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário