terça-feira, 19 de maio de 2015

Renee Fleming - Strauss' 4 Last Songs - Im abendrot

No Crepúsculo


Estivemos entre alegrias e sofrimento

Juntos, de mãos dadas.

Na Terra silenciosa descansamos no momento

cansados das jornadas

Ao nosso redor os vales se inclinam

o Ar já se escurece ameaçadoramente

ao voo duas cotovias se sublimam

sobre a névoa, sonhadoramente.

Venhas aqui e que elas cantem permitais

Pois de dormir já é hora

Não queremos nos perder nos umbrais

da imensa solidão que nos devora.

Oh vasta e silenciosa Paz

No rubro crepuscular tão forte

Tal cansaço que este caminhar nos traz...

Será isto por acaso a morte?

Nenhum comentário:

Postar um comentário