domingo, 19 de abril de 2015

Lobo da estepe - Hermam Hesse

Se em todas as minhas dolorosas transmutações adquirira algo de indizível e imponderável,caro tivera de pagá-lo, e em cada uma delas minha vida se tornara mais dura, mais difícil, mais solitária e perigosa. Na verdade não tinha nenhum motivo para desejar a continuação deste caminho que me conduzia a atmosferas cada vez mais rarefeitas, semelhantes àquela fumaça da Canção de Outono, de Nietzsche.

Nenhum comentário:

Postar um comentário