domingo, 14 de outubro de 2012

Vocês - Alessandro Brito

De mim, apenas eu
Existe, pouco, muito pouco
De certo, quase nada
Sou em minha maioria, vocês...
Que me respeitam, me amam
Que me ouvem, me leem...
Me permitem apenas ser
Sem ao menos me entenderem, me permitem ser
Confuso, ansioso, verborrágico
Amigo, irmão, me permitem ser vocês...

Sou a minha história
Contada em versos
Dos reversos do meu caminho
Cada qual em mim tem uma frase
Deixaram- me ensinamentos
Sou então de vocês um texto
Revendo meus anais
hoje tenho apenas duas certezas:
-Que um dia partirei
-E que nunca estive sozinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário