terça-feira, 10 de julho de 2012

Sol da manhã - Elton Medeiros

És como o sol da manhã
Que irradia em mim
Toda inspiração
És o poema divino
Que rege o destino
Do meu coração
És o tesouro na Terra
Que eu desejei encontrar
És como Vênus tão bela
Jamais poderei te amar

Como eu quisera te amar

Tal qual nos contos de fada
Estrela d’alva das minha madrugadas
Não tenho nada para te ofertar

Nenhum comentário:

Postar um comentário