quinta-feira, 5 de julho de 2012

Menina do sítio - Alessandro Brito

Oh, menina do sítio
O que viestes fazer pra essas bandas?
De onde partistes, deixastes um vazio
No meio do campo florido, que te viu crescer
Sem teu sorriso, os dias por lá não são mais os mesmos
Falta agora um raio de luz ao alvorecer
O velho toca discos encontra-se guardado
A rede balançando ao vento, a esmo
Na espera do teu regressar

Oh, menina do sítio
Não sabes a qual das 3 famílias se aparentar?
Se sobra amor desse lado
Do outro causa um estrago
Matando a saudade daqui
Causas saudades do lado de lá
O tempo se faz curto
Abraços, mensagens, despedidas
E a vida seguindo a passar

Tu que vens com essa charla do mato
Trazendo consigo a simplicidade do campo
Vens despida de vaidade
Aprendeu ser amiga
Da vida, do povo...
Oh, pequena guria despida de vaidade, tu transmite alegria
Trouxestes nova luz a cidade.














Nenhum comentário:

Postar um comentário