quarta-feira, 11 de julho de 2012

Ingrata paixão - Alessandro Brito

Ela  não quis dizer
Pra não me magoar
Mas no fundo sei porque
Ela não quis me amar
O poder falou mais alto
Na sorte quem manda é o dinheiro
O baralho da vida tem suas cartas marcadas

Sofre que não tem nada
Eu tenho só o coração
Carinho e amor pra doar
Não, não tenho tostão
Nem casa bonita pra morar
Meu palácio tem é muito pó
De terra batida no chão
Alegria pra mim é o forró
Nas noistes de festa e solidão
E assim ela não quis
Fez ingrata a paixão.



Nenhum comentário:

Postar um comentário