quinta-feira, 31 de março de 2011

Pra elas - Alessandro Brito

Acabo de ler um bom texto a respeito do sexo masculino... Nada mais justo que mostrar o outro lado da moeda, e aqui minha opinião a respeito do post anterior!

Tenho certeza que um texto tão sensato, certamente não cometeu o erro da generalização, não é mesmo?


Quem (se) acha, vive se perdendo...

É preciso salientar, que muitas vezes (sim muitas vezes) não ficamos de pau duro, eu disse beeem duro, porque também necessitamos que a mulher faça sua parte no jogo da sedução (tirando as primeiras transas com a mesma mulher, onde tudo é novidade e a virilidade está transbordando, não precisamos de estímulo nenhum. Tipo: Abaixe a calça que a calcinha eu furo!


Concordo que o sexo oral na mulher é determinante para que ela faço tudo que eu deseje, mas calma lá, só com pote de iogurte não serve, tem mulheres que odeiam que massageiem o clitóris diretamente, sentem aflição, é necessário utilizar-se das cercanias do mesmo, o pote de iogurte não faz distinção... E tem mais, uma chupada com excelência faz o pau ficar tão duro que chega doer (suportavelmente), pois a pele estica a ponto de querer rasgar... É aí onde chego ao ponto de penetrá-la com toda masculinidade que vocês desejam e nós temos de sobra pra oferecer.


E pra finalizar, a maior parte das Mulheres se acham mestras na arte do sexo oral, mas, cof, cof, desculpem, vocês não sabem de nada... Quando não engolem o quanto podem, quando chupam olhando pro chão, e principalmente quando com o dente arranham a parte mas sensível do corpo masculino que é a cabeça dessa rola dura que vocês amam, a vontade é de dar um soco na nuca e pedir pra que sumam e nunca mais voltem!


Toda moeda tem dois lados!

Pra eles - Clarissa Corrêa

Para eles

Segue link: http://clarissacorrea.blogspot.com/2011/03/para-eles.html


Por Clarissa Corrêa
domingo, 13 de março de 2011


Escrevo para você, que acha que entende tudo de sexo. Você pensa que sabe lidar com todas as mulheres. Pois eu digo: não sabe, não, seu bobalhão. Pensa que é esperto, só por que tem anos de revistas de mulheres peladas nas costas, multiplicados por anos de videozinhos pornográficos ,somados a anos de trepadas de uma noite.


Para começar, esqueça aquele papo de que mulher adora palavrinha de amor antes de transar. Para levar uma mulher para cama você não precisa ser romântico. É claro que mulheres amam pequenas delicadezas, velas aromáticas, massagens com óleos e flores, mas toda mulher adora uma palavra firme, um sussurro, uma baixaria dita baixinho no ouvido, pegada forte e segurança. Homem tem que ser homem. Entende essa frase? Não somos o sexo frágil, não. E queremos – de verdade - que vocês mostrem o quanto são fortes. Não é para dar soco, tapa e chute, sexo não é luta livre. Mas aposte numa boa puxada de cabelo e total virilidade.


A socióloga Camille Paglia disse uma frase que acho ótima (em resposta a todo esse movimento para transformar os homens em pessoas cheias de nhéin nhéin nhéin): “Eu diria para os homens: fiquem de pau duro! E para as mulheres: lidem com isso!”. Toda mulher quer um pau duro. Duro, não, beeeeeeem duro. O pau duro para a mulher é um troféu, uma prova de que ela é poderosa, excita o homem, enlouquece o cara que está com ela, é a prova de que naquele momento é a única criatura capaz de fazer com que o pau fique duro. Bem duro.


Como eu já falei outras vezes, as mulheres querem ser únicas até o fim. Somos criadas para isso. Crescemos ouvindo a Cinderela, que tinha o príncipe. E é claro que a Cinderela encantou o príncipe. Somos criadas para encantar, somos feitas para atrair o sexo oposto. Somos bichos, queremos um pau duro. Queremos deitar e rolar com o pau duro. Queremos nos aproveitar do pau duro. Queremos mostrar para o mundo todo que somos capazes de deixar um cara aos nossos pés. E de pau duro. Insisto no pau duro, pois ele é a representação mais do que clara de que somos realmente irresistíveis.


Achou distante essas afirmações? Qual a primeira pergunta que uma mulher faz quando você não transa mais com ela? Você está me traindo? Está comendo outra pessoa? Perdeu o tesão por mim? Perdeu o interesse? NÃO ME AMA MAIS? É exatamente isso: se o cara não manifesta mais nenhum tipo de tesão, a mulher pensa que o amor acabou. Por quê? Porque queremos um homem sempre de pau duro. O pau duro representa, além de vontade, desejo, amor. Sabe por quê? Porque se vocês dois se beijam, se abraçam, riem, se divertem, dançam juntos, contam segredos, andam de mãos dadas, mas não trepam, a mulher nunca pensa que é uma fase (sim, temos fases. Uma hora transamos mais, em outras menos), e sim QUE VOCÊ NÃO AMA, QUE NÃO QUER MAIS, QUE ACHOU OUTRA. Sempre relacionamos uma coisa com a outra. Mesmo que as duas coisas nunca tenham se cruzado na vida.


Uma mulher quer ser admirada. Notada. Vista. Despida. Com os olhos, com as palavras, com a boca, com os dedos, com tudo. Muito elogio, muita admiração, muito olho no olho, muita sacanagem no ouvido. É isso que uma mulher quer. A gente não quer só tirar a roupa e partir para o sexo. A gente quer carícia, beijo no pescoço, baixaria, puxada de cabelo, ousadia, proposta indecente. É isso: indecência. Amor e indecência. Não necessariamente nessa ordem.


Você, que acha que entende tudo de sexo, preste bem atenção: você não sabe nada. Homens e mulheres são diferentes e todos nós sabemos disso. Homens são mais visuais. Mulheres se excitam com palavras, mãos, gestos e um fantástico sexo oral. A maior parte dos homens se acha mestre nessa arte, mas, cof, cof, desculpem, vocês não sabem de nada. Neste caso, a pressa é INIMIGA MORTAL da perfeição. A força não é bem-vinda. Tenha jeito. Muito jeito. Treine com um pote de iogurte, se for o caso. Mas treine. Treine muito. Um bom sexo oral desarma qualquer mulher. Ficamos completamente desnudas. Em todos os sentidos. E aí, meu amigo, podemos realizar todas, todinhas as suas fantasias.

Mensagem a um desconhecido - Cecília Meireles

Teu bom pensamento longínquo me emociona.
Tu, que apenas me leste,
acreditaste em mim, e me entendeste profundamente.

Isso me consola dos que me viram,
...a quem mostrei toda a minha alma,
e continuaram ignorantes de tudo que sou,
como se nunca me tivessem encontrado.

Fevereiro, 1956

Cecília Meireles
In: Poesia Completa
Dispersos (1918-1964)

To Sheila - Smashing Pumpkins

É... Billy Corgan... Fera!!!!

terça-feira, 29 de março de 2011

Rogério Ceni Vs Gerrard - Mundial de Clubes 2005 - 18/12/05

Calaaaaaaaaaaa Bocaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!

Poema da foda - Autor desconhecido

Neste Brasil imenso
Quando chega o verão,
não há um ser humano
Que não fique com tesão.

É uma terra danada,
Um paraíso perdido.
Onde todo mundo fode,
Onde todo mundo é fodido.
Fodem moscas e mosquitos,
Fodem aranha e escorpião, Fodem pulgas e carrapatos,
Fodem empregadas com patrão.

Os brancos fodem os negros
Com grande desprendimento,
Os noivos fodem as noivas
Muito antes do casamento.
General fode Tenente,
Coronel fode Capitão.
E o presidente da República
Vive fodendo a nação.

Os freis fodem as freiras,
O padre fode o sacristão,
Até na igreja de crente
O pastor fode o irmão...
Todos fodem neste mundo
Num capricho derradeiro.
E o danado do Dentista
Fode a mulher do Padeiro.

Lula depois de eleito se tornou um fudedor
Fode a Marisa, o PT e até o trabalhador,
O senador fode o deputado
Que fode o eleitor.
Parece que a natureza
Vem a todos nos dizer,
Que vivemos neste mundo
Somente para foder.

E você, meu nobre amigo
Que agora está a se entreter,
Se não gostou da poesia
Levante e vá se foder!
Autor desconhecido -
Também pudera, se fosse conhecido, estaria fodido!

Mulher corajosa - Judeus

SEM AÇUCAR - MARIA BETHANIA

Boa noite!

Mil Perdões - Chico Buarque

Ele é zica!

Overkil - Men At Work (1983)

PUTZ!

Who Can It Be Now - Men At Work (1981)

Sem dúvida trilha sonora de uma fase incrível da minha infância!

sábado, 26 de março de 2011

Clara Nunes - Manhã de carnaval

Sem pensar, uma das 10 canções que mais me emocionam...
Não sei se a letra somente, melodia ou por ser parte da trilha do filme Orfeu, que sinceramente é o que mais gosto... Enfim, linda!

sexta-feira, 25 de março de 2011

Dançando Forró na Praia do Jacaré em João pessoa AB&MC

Estava procurando o nome do cara que esta cantando e tocando, e do lugar que ele toca só achei este vídeo, rs... Pirei no tiozão dançando, manja muito e a mina não fica atrás!

Amor escondido - Fagner

Putz!

Você - Raul Seixas

Já se perguntou? Não? Então depois a gente troca idéia. falow!!!!!!

Trote - Eu sou o Munrá

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Nossa, depois dos 6 min chorei de rir...
Eu tenho a espada do Lyon...
Alienadaçaaaaa, que mulher louca.
Eu sou a DIVA do universo!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

DIÁLOGO DOS PÊNIS - Com Marcos Wainberg e Roberto Lopes

Peça muito boa, vale a pena conferir!

Mulher – Manual de Preservação da Espécie - Fábio Reynol

O desrespeito à natureza tem afetado a sobrevivência de vários seres e entre os mais ameaçados está a fêmea da espécie humana.
Tenho apenas um exemplar em casa,que mantenho com muito zelo e dedicação, mas na verdade acredito que é ela quem me mantém. Portanto, por uma questão de auto-sobrevivência, lanço a campanha 'Salvem as Mulheres!'

 Tomem aqui os meus poucos conhecimentos em fisiologia da feminilidade a fim de que preservemos os raros e preciosos exemplares que ainda restam:

 1. Habitat
Mulher não pode ser mantida em cativeiro. Se for engaiolada, fugirá ou morrerá por dentro. Não há corrente que as prenda e as que se submetem à jaula perdem o seu DNA. Você jamais terá a posse de uma mulher, o que vai prendê-la a você é uma linha frágil que precisa ser reforçada diariamente.
 2. Alimentação correta
Ninguém vive de vento. Mulher vive de carinho. Dê-lhe em abundância. É coisa de homem, sim, e se ela não receber de você vai pegar de outro. Beijos matinais e um 'eu te amo’ no café da manhã as mantém viçosas e perfumadas durante todo o dia. Um abraço diário é como a água para as samambaias. Não a deixe desidratar.
 3. Flores
Também fazem parte de seu cardápio – mulher que não recebe flores murcha rapidamente e adquire traços masculinos como rispidez e brutalidade.

 . Respeite a natureza
Você não suporta TPM? Case-se com um homem. Mulheres menstruam, choram por nada, gostam de falar do próprio dia, discutir a relação? Se quiser viver com uma mulher, prepare-se para isso.

 Cérebro feminino não é um mito
Por insegurança, a maioria dos homens prefere não acreditar na existência do cérebro feminino. Por isso, procuram aquelas que fingem não possuí-lo (e algumas realmente o aposentaram!). Então, aguente mais essa: mulher sem cérebro não é mulher, mas um mero objeto de decoração.
 Se você se cansou de colecionar bibelôs, tente se relacionar com uma mulher. Algumas vão lhe mostrar que têm mais massa cinzenta do que você. Não fuja dessas, aprenda com elas e cresça. E não se preocupe, ao contrário do que ocorre com os homens, a inteligência não funciona como repelente para as mulheres.

 Não faça sombra sobre ela
Se você quiser ser um grande homem tenha uma mulher ao seu lado, nunca atrás. Assim, quando ela brilhar, você vai pegar um bronzeado. Porém, se ela estiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda.
 

 Aceite: mulheres também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar. O homem sábio alimenta os potenciais da parceira e os utiliza para motivar os próprios. Ele sabe que, preservando e cultivando a mulher, ele estará salvando a si mesmo.
E meu amigo, se você acha que mulher é caro demais, vire GAY.
 

Só tem mulher, quem pode!

quinta-feira, 24 de março de 2011

A nata do choro paulistano - Roberta Valente e Yves Finzetto

Lucas Nobile - O Estado de S.Paulo
O despojamento e a informalidade sempre marcaram as rodas de choro desde seu surgimento, no Rio do século 19. Naquela época, músicos tocavam de ouvido, entrando na onda da liberdade dos improvisos. Hoje, o cenário mudou bastante. Mas mesmo que a maioria dos instrumentistas saiba ler partituras, o espírito de descontração cultivado desde o período dos conjuntos regionais não se perdeu. Por todo o País observa-se o fortalecimento do gênero, com diferentes sotaques musicais para cada região.


São Paulo nunca ficou atrás com a força da sua cena de choro, mas ninguém havia se interessado em documentá-la, até que os pesquisadores e percussionistas Roberta Valente e Yves Finzetto decidiram mapear o gênero na maior cidade do Brasil.
O resultado disso é o projeto idealizado pela dupla, Panorama do Choro Paulistano Contemporâneo, que reúne temas de 16 compositores atuais de São Paulo em um disco, cujo repertório será apresentado hoje e amanhã, no Sesc Pompeia. Entre eles, nomes de peso como Laércio de Freitas, Nailor "Proveta" Azevedo, Alessandro Penezzi, Zé Barbeiro e Izaías Bueno de Almeida, o Izaías do Bandolim. Todos os autores participarão das apresentações - com exceção de Proveta, com um problema no braço -, acompanhando o competente sexteto Ó do Borogodó.
Lançando agora seu primeiro fruto, o Panorama terá desdobramentos ainda para o ano que vem, com a preparação de um segundo disco e um documentário. No dia 16 de abril, o grupo apresentará novamente os temas do Panorama, desta vez, na recém-inaugurada Casa do Núcleo, espaço concebido por Benjamin Taubkin. "Uma cidade que já teve no passado compositores como Garoto, Antonio Rago e tantos outros, e hoje tem um cenário tão forte precisava dessa documentação", diz Yves Finzetto.

Matéria na íntegra:
http://www.estadao.com.br/noticias/arteelazer,a-nata-do-choro-paulistano,696324,0.htm

Querer - Pablo Neruda

Não te quero senão porque te quero
E de querer-te a não querer-te chego
E de esperar-te quando não te espero
Passa meu coração do frio ao fogo.
Te quero só porque a ti te quero,
Te odeio sem fim, e odiando-te rogo,
E a medida de meu amor viageiro
É não ver-te e amar-te como um cego.
Talvez consumirá a luz de janeiro
Seu raio cruel, meu coração inteiro,
Roubando-me a chave do sossego.
Nesta história só eu morro
E morrerei de amor porque te quero,
Porque te quero, amor, a sangue e a fogo.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Osvaldo Bezerra - O Autêntico Rei do Brega - Música 01

O brega na música brasileira é o que mais me comove e também o que mais amo. A familiaridade e a vivência em meio a todas as histórias cantadas, me envolvem de uma maneira intrínseca, ouvir um bom e velho brega é transcendental.
Ainda mais agora que aprendi a apreciar o "gogó de sola" para acompanhar, acho que depois de residir por 8 meses na paraíba, não poderia ser diferente. rs
Assim como o grande mestre Lua e tantos outros imperiais nordestinos, o brega ainda sofre uma imbecil e preconceituosa resistência por todos os lados, embora não altere (e nunca alterará) a competência e a paixão dos que realmente fazem essa país ser mais digno e menos hipócrita.

...O seu desejo era que todos tivesse
Um pedacinho desse chão pra trabalhar
Em suas mesas que não lhe faltasse o pão
Um agasalho e uma casa pra morar...

Vejo Cegos aleijados nas calçadas
Outros morrendo com a enchente no sertão
Os orpimidos que moram nas baixadas...


Fine and Mellow - Billie Holiday and Lester Young

Charlie Parker and Coleman Hawkins, Lester Young, et al 1950) - 1 of 2

Sonny Boy Williamson I`m A Lonely Man

O blues escraviza minha alma!


A morte do Cisne - John Lennon da Silva

Eu sempre defino o "ser humano" como arrogante e asqueroso, todos nós. Afinal nossos pensamentos são sórdidos.Mas também acredito no "amor", se não fosse assim eu não estaria mais aqui!
Não entedo porque as
pessoas julgam as outras pelo o que elas não tem. Temos um padrão de sociedade (falso moralista) que acaricia a falsidade, e quase sempre são os "humildes"que trasmitem a paz! Parabéns John.


terça-feira, 22 de março de 2011

Grande Otelo 1957 "Mágoa de Sambista"

Brasaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!

Grande Otelo e a Angela Maria- Rio, Zona Norte- Malvadeza Durão(autoria/...

Olha a simplicidade do malandro Otelo... ((de chorar)

"Podemos interpretar a poesia pois temos o conhecimento das palavras, mas só a entenderá quem viveu"...
É doloroso sentir saudade de alguém que está longe, mas temos o consolo de saber que cedo ou tarde podemos reencontrá-lo, mas é insuportável quando sabemos que ela não volta mais...

Renderei para sempre homenagem a você...


É doce morrer no mar - Dorival Caymmi

Caymmi... absurdo... impecável... e todos quantos mais adjetivos souber!

Mora no assunto - Jamelão

Padeirinho... então é brasaaaaaaaaa!!!!!

JAMELÃO - RISQUE

Nelson Gonçalves - Carlos Gardel.avi

Aplausos...
A alma saí do corpo e baila desvairada, buscando esbarrar em qualquer outra que esteja tão perdida quanto ela!!!!!

INEZITA BARROSO - Colcha de Retalhos

Realmente uma remanescente dos que lutam pela cultura e defendem a simplicidade!

E que talvez nem receba uma homenagem quando findar seu legado...

Das 1.000 novas cantoras (de todos os estilos) nenhuma consegue transmitir a emoção que figuras como Inezita passam, pois ela canta com o coração e não com paixão (ao sucesso e o dinheiro).


NELSON GONÇALVES - PALHAÇO.

É um palhaço todo homem que se entrega o desespero e não consegue compreender que o passado já morreu... Putz!

Onde Anda Você - Nelson Gonçalves

Noites vazias...

terça-feira, 15 de março de 2011

Pega o Lenço e Vai - Vertendo Lágrimas- Samba de Terreiro de Mauá

Em 28 carnavais, nunca me senti tão emocionado!
Nunca gostei do "grande espetáculo" mas não sabia o porquê, afinal não fazia muito sentido escutar samba 24 horas e ter aversão aquela festa que "todos" esperam anciosamente o ano todo.
Pois bem, a algum tempo tive o previlégio de ter conhecimento (ao menos o mínimo) do legado dos grandes mestres que deram início a esse gênero do qual sou apaixonado.
E com suas músicas; suas histórias; suas vidas me fizeram compreender o porque da aversão ao luxo e ao "glamour" das "avenidas". Foi como o rio que encontra o mar, ao mesmo tempo que me achei, me perdi! Fiquei maravilhado com toda aquela gama de histórias a explorar.
As coisas mais belas e puras estarão sempre envoltas a simplicidade!
E disse um poeta certa vez: "Tudo que vender mais de 1.000, desconfie".
Ver essa pessoal sair em meio as ruas, cantando o samba com amor e alegria, rememorando e renovando os espíritos de fraternidade, amizade e lealdade que a muito estão adormecidos é realmente de emocionar. Parabéns rapaziada!
Esse é o carnaval dos meus sonhos de criança, dos meus sonhos de adulto, e do meu sonho de papai (que talve venha a ser um dia).
Que lutemos hoje enquanto temos disposição e armas, que paguemos o preço que tiver que ser pago, para que não façamos como a maioria de nossas gerações, que vem jogando no lixo 3 décadas... Pagando com ingratidão a todo esforço e sofrimento dos escravos que padeceram para construir esse país, aos tantos que deram suas vidas lutando contra o regime militar para que pudessemos ter a liberdade.
Que sejamos exemplo para as próximas gerações, ensinando-os e mostrando que somos do tamanho dos nossos sonhos, basta ir a luta!
Contem comigo no próximo carnaval!
E que nunca deixem a vaidade penetrar seus corações!








Não era assim (Haroldo Lobo - Wilson Batista)
Não era assim
Que a bateria falava não era assim
As cabrochas não sambavam assim
Você vai lá em São Carlos, Mangueira, Salgueiro, Matriz todo morro enfim
Pode perguntar se era assim
Não havia bateria
Era tudo diferente
A cabrocha não sambava
Esse ritmo tão quente
Pergunte ao João da Baiana
Que vai responder por mim
Se era, se o samba era assim
Fala João da Baiana:
Tu tens um quê, que não sei dizer
Eu desconfio que é o balacochê
Quando tu samba que coisa louca
Deixa a moçada com água na boca
Que homem é esse que não conheço
Me deu dinheiro que eu não mereço
Não vai fazer como Jeremias
Gastou dinheiro que não podia
Tu não te lembras daquele dia
Quando eu te vi com a Juraci
Eu perguntei aonde vai mulata
Nós vamos sambar na Tia Ciata

quarta-feira, 2 de março de 2011

Francisco Octaviano

Quem passou a vida em brancas nuvens
E em plácido repouso adormeceu,
Quem não sentiu o frio da desgraça,
Quem passou pela vida e não sofreu
Foi espectro de homem, não foi homem,
Só passou pela vida, não viveu.

terça-feira, 1 de março de 2011

*Década de 30: *
Ele, de terno cinza e chapéu panamá, em frente à vila onde ela mora,
canta:
*"Tu és, divina e graciosa, estátua majestosa! Do amor por Deus
esculturada.
*

*És formada com o ardor da alma da mais linda flor, **
de mais ativo olor, na vida é a preferida pelo beija-flor...."*
---------------------------------------------------------
*Década de 40: *
Ele ajeita seu relógio Pateck Philip na algibeira,escreve para Rádio
Nacional e,

manda oferecer a ela uma linda música:
*"A deusa da minha rua, tem os olhos onde a lua,costuma se embriagar.
Nos
seus olhos eu suponho, **
que o sol num dourado sonho, vai claridade buscar"*
-----------------------------------------------------------------------
*Década de 50:*
Ele pede ao cantor da boate que ofereça a ela a interpretação de uma
bela
bossa:
"* Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça.*

*É ela a menina que vem e que passa, no doce balanço a caminho do mar.
**
Moça do corpo dourado, do sol de Ipanema. O teu balançado é mais que um
poema.*

*É a coisa mais linda que eu já vi passar." *
---------------------------------------------------------
*Década de 60: *
Ele aparece na casa dela com um compacto simples embaixo do braço,

ajeita a calça Lee e coloca na vitrola uma música papo firme:

*"Nem mesmo o céu, nem as estrelas, nem mesmo o mar e o infinito não é
maior
que o meu amor, nem **
mais bonito. Me desespero a procurar alguma forma de lhe falar, como é
grande o meu amor por você...." *
---------------------------------------------------------
*Década de 70: *
Ele chega em seu fusca, com roda tala larga, sacode o cabelão,

abre porta pra mina entrar e bota uma melô jóia no toca-fitas:
*"Foi assim, como ver o mar, a primeira vez que os meus olhos se viram
no
teu olhar....*

*Quando eu mergulhei no azul do mar, sabia que era amor e vinha pra
ficar...." *
---------------------------------------------------------
*Década de 80: *
Ele telefona pra ela e deixa rolar um:
*"Fonte de mel, nos olhos de gueixa, Kabuki, máscara. Choque entre o
azul e
o cacho de acácias,*

*luz das acácias, você é mãe do sol. Linda...." *
--------------------------------------------------------
*Década de 90: *
Ele liga pra ela e deixa gravada uma música na secretária eletrônica:
*"Bem que se quis, depois de tudo ainda ser feliz. Mas já não há
caminhos
pra voltar.*

*E o que é que a vida fez da nossa vida? O que é que a gente não faz por
amor?" *
---------------------------------------------------------
*Em 2001: *
Ele captura na internet um batidão legal e manda pra ela, por e-mail:
*"Tchutchuca! Vem aqui com o teu Tigrão. Vou te jogar na cama e te dar
muita
pressão!*

*Eu vou passar cerol na mão, vou sim, vou sim! Eu vou te cortar na mão!*

*Vou sim, vou sim! Vou aparar pela rabiola! Vou sim, vou sim"! *
--------------------------------------------------------
*Em 2002: *
Ele manda um e-mail oferecendo uma música:

*"Só as cachorras! Hu Hu Hu Hu Hu! **
As preparadas! Hu Hu Hu Hu!*

*As poposudas! Hu Hu Hu Hu Hu!"*
---------------------------------------------------------
*Em 2003: *
Ele oferece uma música no baile:
*"Pocotó pocotó pocotó...minha éguinha pocotó! *
---------------------------------------------------------
*Em 2004: *
Ele a chama p/ dançar no meio da pista:
*"Ah! Que isso? Elas estão descontroladas! Ah! Que isso? Elas Estão
descontroladas!*

*Ela sobe, ela desce, ela da uma rodada, elas estão descontroladas!"*
--------------------------------------------------------
*Em 2005: *
Ele resolve mandar um convite para ela, através da rádio:
"*Hoje é festa lá no meu apê, pode aparecer, vai rolar bunda lele!"*
---------------------------------------------------------
*Em 2006: *
Ele a convida para curtir um baile ao som da música mais pedida e
tocada no
país:
*"Tô ficando atoladinha, tô ficando atoladinha, tô ficando
atoladinha!!!*

*Calma, calma foguetinha!!! Piriri Piriri Piriri, alguém ligou p/ mim!"
**
*----------------------------------------------------------
*Em 2010: *
Ele encosta com seu carro com o porta-malas cheio de som e no máximo
volume:
*" Chapeuzinho pra onde você vai, diz aí menina que eu vou atrás.**
Pra que você quer saber?
Eu sou o lobo mau, au, au
Eu sou o lobo mau, au, au
E o que você vai fazer?
Vou te comer, vou te comer, vou te comer,
Vou te comer, vou te comer, vou te comer,
Vou te comer, vou te comer, vou te comer" *

 
*ONDE FOI QUE NÓS ERRAMOS?*
*SERÁ QUE AINDA É* *POSSÍVEL PIORAR?*