terça-feira, 20 de julho de 2010

Frase - Alessandro Brito

"Quando perdemos o foco, nos tornamos mais ninguém do que normalmente somos" Alessandro Brito.

Fêmea da espécie humana - Veríssimo.

O desrespeito à natureza tem afetado a sobrevivência de vários seres e entre os mais ameaçados está à fêmea da espécie humana. 
Tenho apenas um exemplar em casa, que mantenho com muito zelo e dedicação, mas na verdade acredito que é ela quem me mantém. 
Portanto, por uma questão de auto-sobrevivência, lanço a campanha “Salvem as Mulheres”!
Tomem aqui os meus poucos conhecimentos em fisiologia da feminilidade a fim de que preservemos os raros e preciosos exemplares que ainda restam:  

1. Habitat - Mulher não pode ser mantida em cativeiro. Se for engaiolada, fugirá ou morrerá por dentro. Não há corrente que as prenda e as que se submetem à jaula perdem o seu DNA. Você jamais terá a posse de uma mulher. O que vai prendê-la a você é uma linha frágil que precisa ser reforçada diariamente.

2. Alimentação correta - Ninguém vive de vento. Mulher vive de carinho. Dê-lhe em abundância. É coisa de homem, sim. E se ela não receber de você vai pegar de outro.
Beijos matinais e um “eu te amo” no café da manhã as mantém viçosas e perfumadas durante todo o dia. Um abraço diário é como a água para as samambaias. Não a deixe desidratar. Pelo menos uma vez por mês é necessário, senão obrigatório, servir um prato especial.

3. Flores - Também fazem parte de seu cardápio – mulher que não recebe flores murcham rapidamente e adquirem traços masculinos como rispidez e brutalidade.
4. Respeite a natureza - Você não suporta TPM? Case-se com um homem. Mulheres menstruam, choram por nada, gostam de falar do próprio dia, discutir a relação? Se quiser viver com uma mulher, prepare-se para isso.

5. Não tolha a sua vaidade - É da mulher hidratar as mechas, pintar as unhas, passar batom, gastar o dia inteiro no salão de beleza, colecionar brincos, comprar muitos sapatos, ficar horas escolhendo roupas no shopping. Entenda tudo isso e apóie.

6. Cérebro feminino não é um mito - Por insegurança, a maioria dos homens prefere não acreditar na existência do cérebro feminino. Por isso, procuram aquelas que fingem não possuí-lo (e algumas realmente o aposentaram!).
Então, aguente mais essa: - mulher sem cérebro não é mulher, mas um mero objeto de decoração.
Se você se cansou de colecionar bibelôs, tente se relacionar com uma mulher. Algumas vão lhe mostrar que têm mais massa cinzenta do que você. Não fuja dessas, aprenda com elas e cresça. E não se preocupe, ao contrário do que ocorre com os homens, a inteligência não funciona como repelente para as mulheres. Não faça sombra sobre ela.
Se você quiser ser um grande homem tenha uma mulher ao seu lado, nunca atrás. Assim, quando ela brilhar, você vai pegar um bronzeado. Porém, se ela estiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda.

7. Aceite - Mulheres também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar.
O homem sábio alimenta os potenciais da parceira e os utiliza para motivar os próprios.
Ele sabe que, preservando e cultivando a mulher, ele estará salvando a si mesmo.  

E meu amigo, se você acha que mulher é caro demais, vire GAY.  Só tem mulher, quem pode!

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Despedida ; ^ [ - Paulo Moura (1932-2010)

Mais uma vez a dona saudade batendo a porta...

E eu, logo eu, que sou dono de fazer o que tenho vontade, senhor do meu nariz.
A data: 16-05-2010, horário: 1:00, local: Centro Cultural São Paulo, o show:  Paulo Moura, compositor, arranjador, saxofonista e clarinetista de samba, choro e jazz. Considerado pela imprensa internacional "o embaixador da música instrumental brasileira". E eu? Estava na praça Julio Prestes esperando começar o show da Céu que iniciará a 00:00, logo, não deu tempo de ir ao centro cultural...
E agora? Onde vou ver o Paulo Moura? Um desfalque relevante na minha galeria.
Muito triste ; ^ [


Despedida from Eduardo Escorel on Vimeo

terça-feira, 13 de julho de 2010

Frase - Raul Seixas

Nimguém tem o direito de me julgar a não ser eu mesmo. Eu me pertenço e de mim faço o que bem entender.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Cordel da amizade - Alessandro Brito

Em memória da pessoa que mais amo!


ESTA HISTÓRIA É UM TESOURO
QUE FALA SOMENTE DE AMIZADE
ONDE UM SE PREOCUPAVA COM OUTRO
SEM UM PINGO DE FALSIDADE
ACONTECEU A ALGUM TEMPO
QUANDO PENSEI A VIDA TER ACABADO
POIS OCORREU COM QUEM EU AMO
DE SER BRUTALMENTE ASSASSINADO
A DOR QUE SENTI AQUELE DIA
NEM TODO AMOR PODE APAGAR
ACERTARAM VÁRIOS TIROS EM SEU CORPO
NÃO HAVIA COMO DA MORTE SE SAFAR
É SABIDO QUE TODOS MORREM
MAS TAÍ UM FATO RUIM DE ACEITAR
TODA PESSOA QUE AMAMOS
QUEREMOS PRA SEMPRE COM ELA ESTAR
COM A PERDA DESSE ENTE QUERIDO
TIVE QUE MUITA COISA MUDAR
ESTE FOI UM GOLPE TERRÍVEL
DO QUAL PENSEI NÃO SUPORTAR
ENTÃO FICOU DECIDIDO, VAMOS TODOS VIAJAR
O REGRESSO FOI FATO OCORRIDO
NA LEMBRAÇA A SAUDADE NO OLHAR
E ASSIM VOLTAMOS Á PARAÍBA
NÃO QUISEMOS A SUA MORTE VINGAR
NEM SEI DE ONDE TIREI FORÇAS
MAS FOI ASSIM QUE  PROSEGUIU
EM MIM A DISPOSIÇÃO ERA POUCA
TRISTE POR AQUELE TIO QUE PARTIU
NÃO SAI DA MINHA LEMBRANÇA
TUDO O QUE SE PASSOU
ERAMOS FEITO DUAS CRIANÇAS
NOSSA AMIZADE JAMAIS SE ABALOU
NÃO HAVIA LUGAR OU MOTIVO
PARA FAZERMOS UMA FESTANÇA
TINHAMOS UM RESPEITO ANTIGO
HAVIA EM NOSSO OLHAR ESPERANÇA         
MAS PRA MALDADE NÃO HÁ REQUISITO
ALEGRE OU TRISTE NÃO SE TEM COMPAIXÃO
NESSE MUNDO QUE PARECE TUDO PERDIDO
A MALDADE FERIU MAIS UM CORAÇÃO
MAS O QUE FICA DESTA TRISTE HISTÓRIA
É ALMA LAVADA DE UMA LINDA AMIZADE
QUE PARA SEMPRE FICARÁ NA MEMÓRIA
POIS NEM TODA MALDADE IRÁ APAGÁ- LA.

ALESSANDRO BRITO